Lodilover

Eu poderia falar que o mochilão começou com uma chuva torrencial depois de uma seca duradoura em Delhi.

Eu poderia falar do papo nonsense que tive com uma indiana que achava que eu entendia hindi (mesmo depois de cinco minutos de conversa).

Eu poderia falar que rickshaw é sensacionaw.

Eu poderia falar da cara de espanto do garçom quando eu falei que o “no spicy” deles estava muito spicy.

Mas vou falar mesmo é do Lodi Gardens. Não apresento os pormenores porque para isso tem o Google, mas vou tentar descrever o que foi a visão mais próxima do paraíso que já tive.

Cheguei no final da tarde, e a chuva que já havia parado filtrou o ar e deu uma nova cor ao verde, deixando as paisagens com um tom surreal. Periquitos e pardais e gralhas cantavam alto e salpicavam o céu com revoadas chamativas. Os prédios em ruínas de antigos templos e tumbas de tom ocre refletiam o laranja dourado dos últimos raios do dia.

E me pareceu o lugar mais romântico de Delhi. O único onde vi casais de mãos dadas arriscando um beijo tímido no por do sol.

Anúncios

26 Comentários on “Lodilover”

  1. Andressa Borzilo disse:

    Se eu fiquei chocada daqui imagino você daí! Que lugar incrível. To aqui ligadíssima no blog, acho que depois da nossa conversa embarquei com você nessa viagem! hehehe….
    Super beijo!

  2. Cecília disse:

    Ebaaaa, concordo com Reps e Cezar, é isso que a gente quer ver, vc encantada com a Ásia e nos teletransportando para aí! Beijos

    • deborazampier disse:

      Vou tentar gente! Mas tem os dias bons e normais, a vida é assim ate para um viajante hehe e nao são apenas lugares, mas as pessoas também! Vou misturando! Bj

  3. Renata Reps disse:

    Amei esse post!!! Continue assim! Esse é o blog que eu queria ver!!

    “Cheguei no final da tarde, e a chuva que já havia parado filtrou o ar e deu uma nova cor ao verde, deixando as paisagens com um tom surreal. Periquitos e pardais e gralhas cantavam alto e salpicavam o céu com revoadas chamativas. Os prédios em ruínas de antigos templos e tumbas de tom ocre refletiam o laranja dourado dos últimos raios do dia.

    E me pareceu o lugar mais romântico de Delhi. O único onde vi casais de mãos dadas arriscando um beijo tímido no por do sol.”

    ZAMPIER, Débora. A primeira página do livro que ela vai escrever na volta, 2015, São Paulo, Ed. Planeta.

  4. Maira disse:

    Que lugar lindo!!! Também goste do por do sol e das flores. (Clássico)!!!! Aproveite, escreva e nos mande muitas fotos para curtirmos esta viajem a distancia com você!!!
    Bjim :)

    • deborazampier disse:

      Vou mandar sempre as novidades Mut, mas nem sempre coisas lindas. Infelizmente (ou felizmente) o mundo é cheio de contrastes. Mas vai ter mais coisa linda também! bj

  5. Leo Hallal disse:

    Obrigado por nos levar junto!

  6. Marília disse:

    Minha nossa! Q lugar incrível!!!! Job, DEMAIS!

  7. Juliana M Santilio disse:

    Nossa, que lugar lindo!!! A sua descrição no texto é perfeita!!
    Amei!

  8. Eduardo Meirinho disse:

    Gata, arranja um templo desses e queima 30 quilos de incenso em meu nome. Grato

  9. Daniella disse:

    Nossa, Débora, que lugar maravilhoso! As fotos estão lindas!

  10. Cezar Almeida disse:

    Se isso não é começar com o pé direito, EU NÃO SEI O QUE É!!!

  11. Patricia disse:

    que boas-vindas, hein? lugar incrível!

  12. Erika disse:

    Que delícia de lugar! Que delícia de texto!

  13. Aline disse:

    Que lindo!!!!!!


Comentários aqui!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s