Don’t stop the party

20140318-014659.jpg

Passei os últimos dias em Koh Phangan, irmã do meio entre as três famosas ilhas do sudeste tailandês (Koh Samui e Koh Tao as outras duas). Trata-se da casa da mundialmente aclamada Full Moon Party, e mesmo beirando os 30, sentia que precisava conferir o que se passa ali na primeira lua cheia de cada mês. Dessas coisas de fazer uma vez na vida antes de morrer.

A sensação é de estar em algum lugar que não pertence exatamente a uma cidade ou a um país, e sim em um mundo à parte onde só jovens são admitidos. Um exército de ocidentais, média 20-25 anos, é despejado continuamente no píer da ilha aparentemente fabricada para recebê-los. Todos os tailandeses parecem estar ali somente para cumprir a função de entretê-los, transportá-los, dar teto, alimentá-los. A pool party mais conhecida da redondeza avisa que nativos não são permitidos “por questões de segurança”. Mas não tem problema se crianças locais são encarregadas de explodir os fogos de artifício na praia. Em uma das festas, a forra travestida de entretenimento consiste em permitir que gringos embriagados se esbofeteiem no ringue de thai boxing.

20140318-015912.jpg

Os dias que precedem e sucedem a Full Moon Party são pretexto para um sem-número de festas, e é tanta coisa emendada que fica difícil saber se trata-se do warm up ou do after. E se a natureza não colabora com luas cheias durante o mês todo, tem também a Half Moon Party e a Black Moon Party. A alusão ao universo baladeiro é tão presente que depois de alguns dias parece que a vida é isso mesmo, a preparação entre uma festa e outra.

20140318-015027.jpg

A música eletrônica bate sem parar no mercado, na loja de roupa, nos bares e na festa perto do hotel que já dura, sei lá, mais de um dia? A maior atração local, gritada sem parar por locais que se esforçam para parecer os mais simpáticos entre as dezenas de barracas enfileiradas, é o bucket. Sim, o balde, cheio até a borda com alguma mistura envolvendo álcool barato e bebidinha doce para disfarçar (refrigerante, suco, energético). Do outro lado do balcão, ainda prometem abraços gratuitos, shots gratuitos, balões com gás hilariante. Tudo para manter a trôpega clientela fiel.

20140318-014442.jpg

O dia da Full Moon Party tem seu ritual específico. Milhares surgem uniformizados com camisetas neon estampando o nome da festa, ainda que não seja obrigatório como nosso abadá. Corpos semidesnudos decorados com tinta neon desfilam pelos bares da Sunset Beach e dançam frenéticos em cima de plataformas de madeira explodindo de decibéis e luzes. Os festeiros se dividem entre os eufóricos e os entorpecidos demais para chegar a esse estado. A pegação é generalizada. Atraídos por buckets gratuitos oferecidos por certos bares, alguns se arriscam em concursos para pular cordas em chamas ou passar dançando debaixo delas. O mar é um festival de vômitos, mijadas e bêbados querendo nadar.

20140318-015329.jpg

A manhã chega e revela um cenário tortuoso de rostos arregalados em meio ao lixo acumulado na areia. Enquanto tomo café, percebo que o garçom da pousada é o mesmo cara que virou a noite trabalhando na barraca de bucket na praia. Quando parece que a ilha vai entrar em um estado de  ressaca coletiva, o tutstuts recomeça em algum outro lugar.

Anúncios

6 Comentários on “Don’t stop the party”

  1. Débora disse:

    E eu aqui, imaginando minha pupila nessa zo.., ops, balada…

  2. Aline disse:

    Nossa, tem que ter muito pique para aguentar essa maratona! hehehe.. beijos!!

  3. Maira disse:

    Sem comentários!! Consegui imaginar este caos só de ler o post, ou já estou velha mesmo rsss.
    Dd cuida aí hein! Sem esquecer do nosso lema!
    Saudades da minha irmã!
    Bjs

    • deborazampier disse:

      Hahaha mutley, não é questão de estar velha, acho que só de gosto mesmo. Continuo amando carnavais e quero voltar ainda outras vezes, mas Full Moon uma está ótimo e chega. Bj


Comentários aqui!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s