Maldivas para gente normal

O famoso guardanapo esboçado em Goa. Alguém aí lembrou do filme A Praia?

O famoso guardanapo esboçado em Goa. Alguém aí lembrou do filme A Praia?

Nunca pensei, concretamente, que um dia estaria nas Maldivas. No máximo, sonhei estar aqui quando tivesse cacife suficiente para achar que 10 mil dólares em uma diária seria bom negócio – vulgo nunca (mesmo com o dinheiro suficiente).

Só que tinha essa viagem, e estaria mais perto do arquipélago que jamais pensei na vida. Lembrei do tissunami de 2004 e do filme que meu amigo trabalhou, sobre um presidente lutando para que seu país não naufrague com os efeitos do aquecimento global. Lembrei que eu mesma posso cair dura amanhã. E aí já estava com a passagem em mãos.

Desde então, me desafiei a encontrar a falha no sistema, as Maldivas pagáveis. O plano começou a ganhar forma quando conheci, no balcão de um bar em Goa, um casal maldivense mochileiro. Entre um drinque e outro, eles detalharam em um guardanapo as ilhas onde era possível ficar por uma pechincha. Nunca ouviu falar disso? É que esses empreendimentos só ganharam corpo em 2010, quando o governo autorizou turismo nas ilhas habitadas pelos locais.

A conclusão é que dá para vir em um esquema totalmente independente, mas ciente de que você paga pelo que você tem. No lugar do speedboat de US$ 200, pegue o ferry público de US$ 1,5. No lugar da ilha isolada, fique na ilha habitada, onde é possível ter acesso ao famoso mar turquesa com uma imersão bem vinda na cultura local. No lugar do resort de US$ 1 mil, fique na pousada estalando de nova por US$ 40.

E se como eu, você sentiria uma dorzinha no coração por estar tão perto do luxo e não poder desfrutar, a parte boa é que até nisso dá-se um jeito. As ilhas habitadas oferecem daytrips para os resortões cinco estrelas por um preço até 10 vezes menor que seria investido em uma diária. Você vai em um idílico passeio de barco, almoça, faz massagem, desfruta da piscina, posta a riqueza no Face com cara de rico… e volta para o aconchego do lar no fim do dia, feliz por poupar US$ 900 na brincadeira.

Venham!

Anúncios

2 Comentários on “Maldivas para gente normal”

  1. Maira disse:

    Que legal tinho! Mas só uma mochileira tão esperta como você poderia descobrir estas façanhas da pechincha rsss. Da para montar uma empresa ” Maldivas tour” hehehe!
    Saudades!
    Bjs


Comentários aqui!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s