Eles de novo

– Perguntei para a dona do restaurante vegetariano/livraria em Shanghai qual CD estava tocando no refeitório porque queria comprar, adorei a música zen. Ela tirou do aparelho e me deu de presente.

– Um dos jovens da dupla de universitários que conheci no trekking por Huangshan acordou no dia seguinte às 6 da manhã para me ajudar nos trâmites rodoviários do destino seguinte (ele ia de trem e só saia de tarde). Não deixou nem eu pagar a conta do taxi.

– A professora chinesa que turistava em Xian desistiu de ver os guerreiros de terracota naquele dia para passar a tarde conversando comigo, que estava doente. Me comprou bolo, macarrão e suco.

– Voltei pela segunda vez no café em Xiahé hoje à noite. Falei para a dona que o lugar dela é aconchegante. Pronto. Agora não quer mais deixar eu pagar conta e disse que me espera para tomar café com ela amanhã.

PAREM! <3